“Se queres ir depressa vai sozinho, se queres ir longe vai acompanhado”

Provérbio Africano

Camilo Oliveira
GENERAL DIRECTOR

Camilo Appolloni de Oliveira, Luso-italiano nasceu em Portugal em fevereiro de 1969
Desde muito cedo se destacou pela sua capacidade de independência e de ultrapassar os obstáculos que a vida lhe apresentou, ganhando assim respeito e admiração pelos seus mentores, amigos e familiares.
Aos 18 anos, contrariando a vontade de seus pais, montou a sua própria empresa na área das artes gráficas, desenvolvendo com sucesso um nicho de mercado ligado aos desportos náuticos e ao mundo automóvel. Após 17 anos de crescimento, resolve vender a sua empresa e viajar durante 3 anos, parte dos quais no seu Land Rover Defender 110. Conheceu nessa viajem a sua companheira Anette Schiffler com a qual partilha todas as suas paixões e desafios .
Em 2007 de regresso a Portugal dá inicio a duas novas empresas, uma na área da restauração e outra ligada à sua atividade de sempre, as artes gráficas.
Embora com sucesso e após a abertura de 3 restaurantes, ainda hoje em funcionamento, em 2012 afasta-se do mundo da restauração e dedica-se a 100% às artes gráficas.
Como agradecimento do seu sucesso, edita por altruísmo a revista mensal gratuita Mundo Positivo a qual tem grande sucesso junto dos leitores.
Desde sempre ligado ao mundo Land Rover, quer como entusiasta apaixonado pela marca, quer ligado a clubes relacionados com a mesma, administrou o Camel Trophy Portugal durante um ano trazendo uma nova dinâmica ao clube. Função que entretanto já não executa.
Pessoa de trato fácil e com um carisma muito próprio, mostrou desde a primeira abordagem ser o parceiro ideal para dinamizar ainda mais a Revista Land Portugal nas suas várias vertentes. Vibra com novos desafios e após análise ponderada aceitou investir no projeto Land Portugal no qual acredita, mesmo tendo consciência que Portugal é um país pequeno mas cheio de potencial e de entusiastas à espera de serem conquistados.
Empreendedor, apaixonado, carismático, responsável, positivo, altruísta, são adjetivos que descrevem o Camilo, mas tal como ele diz, todos os seus sucessos não foram conseguidos sozinho. Soube sempre escolher os seus parceiros com o quais partilha as suas paixões e sucessos embora por uma questão de feitio os fracassos goste de os assumir e resolver sozinho.
Faz sempre um paralelismo entre o lema que coloca nos seus Land Rover “You can go fast, but i can go anywhere” e o conhecido ditado africano “se queres ir depressa vai sozinho, mas se queres ir longe vai acompanhado” estes são princípios que incute sempre nos seus projetos a até hoje com sucesso.

Nuno Sousa
Commercial Director

O Nuno nasceu no dia 24 Março de 1972. Sempre bem-disposto e brincalhão, desde cedo começou a gostar da natureza e da aventura pela descoberta. Na adolescência mudou-se para o Canada voltando a Portugal já no final dos anos 80 com 18 anos. Em 1996 muda-se, mais uma vez, para Londres, onde ainda hoje, passadas duas décadas, trabalha para a British Airways. Aqui teve o privilégio de ter conhecido quase todos países e culturas existentes neste nosso lindo Planeta Azul. Tendo também um sentimento especial por Africa, onde diz que o céu, o cheiro, as pessoas e os Por-do-Sol são inesquecíveis. Após os deslumbrantes safari que aqui fez, decidiu fazer o seu primeiro curso com a Land Rover Experience em Stellenbosch, Africa do Sul. Hoje é casado e com três filhos, divide o seu tempo entre Portugal e Londres, onde se desloca semanalmente. O seu primeiro contacto com o mundo dos Land Rover foi ainda no início dos anos 90 aquando a visita do Clube Land Rover Portugal às Caldas da Rainha, onde Nuno ainda exercia o cargo de Chefe de Receção no Caldas Internacional Hotel. Nuno não se esquece deste dia onde lhe foi oferecido um polo do Clube que ainda hoje guarda carinhosamente. Desde então ficou apaixonado pela marca e por tudo o que a mesma representa: os sonhos, a aventura e a camaradagem. Começou com um Discovery 200 Tdi e hoje tem uma larga coleção privada de veículos Land Rover. Conheceu António Brás Monteiro em 2011 durante a Nauticampo, por mero acaso, mas pouco tempo depois iniciou a sua colaboração com a Revista Land Portugal na área comercial. Em 2016 torna-se sócio da mesma. Em 2011 Nuno escreveu um artigo sobre si próprio e sobre a sua coleção Land Rover para a Revista onde diz a certa altura: “Todos temos idades diferentes, tivemos infâncias diferentes, umas melhores, outras piores, trabalhámos em lugares diferentes, hobbies diferentes, mas todos temos uma paixão em comum: a Land Rover”. Diz ser este o elo que os uniu além da grande Amizade que tem pelo António e pelo Camilo. Por vezes sai de casa de madrugada, sem destino nem hora de chegada, num dos seus Land Rover apenas para contemplar o melhor de dois mundos, a natureza e a liberdade que estas máquinas nos oferecem. Apesar de voar há mais de vinte anos, continua a adorar viajar, e a ter um gosto enorme pela aventura e a exploração nos seus Land Rover, diz que não é para fugir da vida mas sim para que a vida não lhe passe ao lado, para ter novas histórias para contar e para um dia dizer que viveu e que não apenas existiu… O seu lema é One Life, Live It!

António Brás Monteiro
Editor in Chief

Nasceu e cresceu no meio do papel e das rotativas da maior gráfica de Portugal. Neto do Comendador Brás Monteiro, considerado “o Grande Patriarca da Impressão”, e filho de António Alexandre, “um nome indissociável da história da Imprensa portuguesa”, António é Licenciado em Comunicação Social pela Universidade Católica Portuguesa e formado pela Land Rover Experience em Inglaterra. Fundou há uns anos a sua própria editora e lançou em 2011, juntamente com um amigo, uma revista de e para viajantes com o nome ‘Outras Coordenadas’. De seguida, adquiriu o título ‘Land Portugal’ e publicou-o até à data. Em 2016 cede parte da propriedade do título a Camilo Oliveira e a Nuno Sousa. É atualmente reconhecido pela Land Rover Experience e pela organização Britânica Lantra Awards através do ‘Land Rover Professional Course’ que fez em Eastnor. Tem ainda outros cursos e cargos em diferentes áreas profissionais, contudo, a sua paixão são as viagens e os Land Rover: já esteve em mais de 30 países mas isso não o impede que descreva África com o entusiamo de quem sai de Portugal pela primeira vez. Com apenas seis anos de idade os seus pais penduraram-lhe uma mochila às costas e meteram-no num avião. Algumas horas depois, estava a pisar, pela primeira vez, terras de África. Nairobi foi a sua primeira cidade fora de Portugal. Ali bem perto, lembra-se de correr nos grandes espaços de Masai Mara, de fazer levantar voo os flamingos de Nakuru e de mergulhar nas águas mornas do Índico… Hoje, não consegue passar um ano sem fazer uma nova viagem, sem visitar Solihull ou sem por o seu Defender 110 em pistas Marroquinas. Para descontrair, dedica-se ao tiro e sonha com uma expedição de Land Rover na rota de David Livingstone.